Um paraíso ainda desconhecido Salema e arredores

Praia da Salema

Considerada pelos jornais The Guardian e The Telegraph como “Uma das 50 melhores praias do mundo” e uma das melhores na categoria “famílias”, e ainda pela revista Travel & Leisure como “uma das praias secretas mais belas do mundo”, a pequena Salema promete receber de braços abertos todos aqueles que por aqui passarem.

Inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a Salema é um porto de pesca, sendo possível observar o regresso dos barcos à praia no final da faina.

A Rua dos Pescadores é o mais antigo legado histórico da Salema. Prova disso, são as imagens antigas, existentes em vários dos restaurantes da aldeia.

O seu passado humano recua a uma Pré-história com cerca de 8 mil anos, como indicam os vestígios arqueológicos identificados na envolvente da aldeia. 

Nesta aldeia-segredo, ainda resguardada das multidões, onde a vida é simples e a serenidade impera, existe um pequeno tesouro com milhões de anos. Pegadas de dinossauros que povoaram esta região há mais de 140 milhões de anos!

Existem dezenas de pegadas espalhadas pelas praias da Salema e Praia Santa. As primeiras foram encontradas na praia da Salema há 20 anos, mas ainda permanecem desconhecidas para muitos algarvios.

O acesso às pegadas na praia Santa é bastante mais difícil e sinuoso. E atenção que, provavelmente, não conseguirá descobri-las sem o acompanhamento de um guia.

Arredores

Sagres

A vila de Sagres foi reconstruída sobre as ruínas do terramoto de 1755 – com o porto mais sudoeste da Europa continental, onde os pescadores ainda vendem a sua pesca a partir das três horas da tarde, de segunda a sexta.

Sagres é um dos melhores destinos de surf na Europa. A sua posição no canto inferior de Portugal permite sempre excelentes condições para a prática da modalidade.

Locais a visitar

Cabo de São Vicente – situado no extremo sudoeste de Portugal continental, na freguesia de Sagres, concelho de Vila do Bispo. 

Fortaleza de Sagres – também referida como Castelo de Sagres ou Forte de Sagres, localiza-se em posição dominante coroando a Ponta de Sagres, no sudoeste do Algarve.

Praias – Praia da Mareta, praia da Baleeira e praia do Tonel.

Lagos

Lagos é das cidades mais atraentes do Algarve, onde o centro histórico é, em grande parte, do século XV, bem perto da foz da Ribeira de Bensafrim. Foi das residências favoritas do Infante Dom Henrique, que a usou como base naval para a sua aventura africana.

Locais a visitar

Apesar da devastação do terramoto de 1755, uma bonita igreja sobreviveu, a Igreja de Santo António. Esta igreja forma parte da visita ao Museu Municipal Doutor José Formosinho, mesmo ao lado;

Forte Ponta da Bandeira – fortificado no século XVII, guardava a entrada do porto de ataques de corsários e de piratas;

Marina de Lagos e Caravela Boa Esperança, uma fiel réplica às Caravelas do Século XV.

Castelo de Lagos – A evolução das fortificações de Lagos acompanhou a longa história da cidade;

Centro Ciência Viva de Lagos é um museu de ciência;

Mercado Municipal ou Mercado da Avenida – é um edifício público localizado no centro de Lagos.

Praias – Fora da cidade, para leste, tem a longa extensão da Meia Praia e, para oeste, a Praia de Dona Ana, a praia de Porto de Mós e uma extraordinária rede de enseadas encantadoras. Praia do Camilo, praia dos pinhões, entre outras.

Outras praias a visitar

Praia do Amado – junto da localidade da Carrapateira, freguesia da Bordeira no concelho de Aljezur.

Praia do Beliche – é uma praia com vigilância balnear do concelho de Vila do Bispo, nas proximidades do Cabo de São Vicente e da praia do Tonel. 

Praia da Bordeira – fica localizada na Costa Vicentina, no Algarve junto a duas aldeias, Bordeira e Carrapateira, no concelho de Aljezur.

Praia da Cordoama – situa-se ao norte do Cabo de São Vicente, a leste da Praia do Castelejo e a oeste da Praia da Barriga. 

Praia do Zavial – a sul da aldeia de Raposeira, no concelho de Vila do Bispo. Fica numa pequena baía da costa sul do concelho, ladeada por rochas, a leste da vizinha Praia da Ingrina. Dispõe de alguns serviços de apoio aos banhistas.

Praia da Ingrina – junto à aldeia de Raposeira, no concelho de Vila do Bispo. Fica numa pequena reentrância da costa sul do concelho, ladeada por rochas, a oeste da vizinha Praia do Zavial e a leste da Praia do Barranco. Dispõe de alguns serviços de apoio aos banhistas.

Praia da Boca do Rio – é uma praia na freguesia de Budens, no concelho de Vila do Bispo. Fica a oeste do Forte de São Luís de Almádena, entre a Praia da Salema e a Praia de Almádena.

Praia das Cabanas Velhas – Vale a pena percorrer o sinuoso caminho litoral entre Cabanas Velhas e a Boca do Rio, onde se oferece uma fabulosa vista sobre o azul marinho do oceano enquadrado pelo verde denso da vegetação mediterrânica, e fazer uma paragem no Forte de Almádena, uma fortificação construída no séc. XVII para proteger a pesca de atum dos ataques de piratas do norte de África.

Praia da Figueira – é uma praia na freguesia de Budens, concelho de Vila do Bispo. Está localizada a oeste da Praia da Salema.

 

 

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

“Tudo muda onde a autoestrada acaba. De repente, para lá de Lagos, não há mais superfícies comerciais, parques aquáticos, cartazes a anunciar noites de festa (…) ao descer a janela, o cheiro a eucalipto e a maresia começam a entrar (…) A Costa Vicentina é perfeita para os nostálgicos que procuram os prazeres inocentes das férias à beira-mar na Europa, como costumavam ser antes das multidões”.

Paul Richardson, Editor and award winning journalist of PR News Service

Do Burgau a Sines

Viajar pela Costa Vicentina é atravessar paisagens costeiras dignas de um qualquer postal e que “albergam” as mais belas praias do país. É encontrar os mais belos recantos com uma imensa variedade de flora, que fazem a mais bela fotografia de um qualquer fotógrafo profissional ou amador.

É um Algarve ainda em estado selvagem, escondido, que traz consigo uma energia única e especial. Este cantinho mágico do nosso planeta, que faz as delícias de hippies e surfistas, promete continuar a ter muitos segredos guardados.

Carrapateira, Odeceixe, Zambujeira do Mar, Vila Nova de Milfontes e Porto Covo são apenas alguns dos sítios que não pode perder.